Conselho Consultivo: Reforço na formulação da estratégia das empresas para superar desafios

Daniel Cunha - Sócio Diretor da EXEC

A EXEC foi pioneira na estruturação de Conselhos Consultivos no país.

Mais do que recrutar os melhores e mais adequados profissionais para atuar na formulação das estratégias de empresas que encaram desafios relacionados à profissionalização da gestão, aperfeiçoamento da governança ou até mesmo na condução de medidas necessárias para se concretizar a transformação digital, atuamos na definição de como funcionam estes organismos.

Tendo estruturado mais de 40 conselhos Consultivos nos últimos dois anos, nós, na EXEC, já recrutamos mais de 120 profissionais para estas posições. São números que nos credenciam para avançar ainda mais no mercado. Talvez sejamos a única empresa de RH em que o recrutamento de conselheiros e a estruturação de conselhos são atividades posicionadas dentro de uma divisão de negócios exclusiva.

Os Conselhos Consultivos geralmente são estruturados por aproximadamente 5 pessoas e na nossa experiência identificamos dois perfis de candidatos recorrentes para as vagas. O primeiro é o do conselheiro profissional, que atua em 3 ou mais conselhos e o segundo, é aquele executivo que está em transição de carreira, migrando de uma carreira executiva para uma carreira de conselheiro.

Outro aspecto determinante para o sucesso de um Conselho Consultivo é que cada conselheiro venha de setores diferentes e ocupem posições diferentes em suas carreiras. O objetivo é que consigamos uma visão plural sobre finanças, governança corporativa, marketing, produção, supply chain, tecnologia, entre outras especialidades.

Além disso, os candidatos às vagas de conselheiros precisam ter aderência técnica, comportamental e motivacional, sendo que na composição do grupo exista prerrogativa para que todos possam se expressar. Muitos empresários e fundadores de empresas que buscam o Conselho Consultivo como estratégia para superar desafios e avançar de forma sustentável em seus mercados, esperam ter uma conversa de alto nível com profissionais que já viveram desafios semelhantes pelos quais a sua empresa está passando.

É muito comum observarmos em empresas familiares uma maior inclinação à tolerância de baixa performance em casos isolados. Temos uma ferramenta exclusiva de avaliação anual da efetividade do Conselho e conselheiros, fundamental para garantir o constante desenvolvimento da governança. A avaliação ajuda, ainda, que o Conselho Consultivo tenha um papel decisivo nos processos sucessórios e na garantia da sustentabilidade e perenidade dos negócios.

Daniel Cunha, Sócio Diretor da EXEC

Conselho Consultivo