Revolta sobre a “cláusula de não-concorrência”

Fonte: Valor Econômico

O sócio-diretor da empresa de recrutamento executivo Exec, André Freire, diz que há casos de companhias que incluem cláusulas de não-concorrência em contratos com executivos sem estipular uma indenização caso o profissional faça a movimentação. A exigência não tem validade na Justiça, mas acaba funcionando como um "acordo de cavalheiros.

Continue lendo

  • 1
  • 2