‘Ter boa vida financeira é pré-requisito’

Fonte: Estadão

Especializada na seleção de executivos, a EXEC fará recrutamento de candidatos para disputar prefeituras pelo Partido Novo, afirma o sócio da consultoria, Carlos Eduardo Altona

Uma das principais consultorias brasileiras especializadas na seleção de executivos para vagas de alto escalão de empresas, a Exec fará o recrutamento de potenciais candidatos para disputar a prefeitura de oito cidades pelo Partido Novo. A Exec é associada à Panorama, que reúne consultorias internacionais com experiência na contratação para profissionais do setor públicos em vários países. “O candidato tem de ter desapego ao poder e identificação com a causa do partido”, disse Carlos Eduardo Altona, sócio da Exec.

A seguir, os principais trechos da entrevista.

Quais são os pré-requisitos para se candidatar às vagas de prefeito para o Partido Novo?

Definimos algumas competências-chave. Entre elas, aderência aos valores do Partido Novo. Outro pré-requisito é a capacidade de gestão. Também é fundamental a simplicidade: o partido não quer ninguém que tenha um projeto pessoal, que fique acima dos interesses do Novo. Tem de ter desapego ao poder e identificação com a causa.

Quem se encaixa no perfil de candidato a prefeito?

O Novo busca empresários ou executivos de alto escalão (presidentes de empresas ou cargos de direção), com grande experiência administrativa. É desejável ter experiência com administração pública. O candidato à vaga tem de ter uma vida pessoal e financeira equacionada. Os interessados não poderão ser atraídos pela remuneração.

Tem de ter curso superior?

Sim.

Falar inglês?

É desejável, mas não é pré-requisito fundamental.

A remuneração é baixa?

Varia de R$ 18 mil (salário do prefeito de Salvador) a R$ 31 mil (de Fortaleza). Os salários variam de acordo com legislatura municipal.

Quando começaram o processo?

Há 30 dias. A ideia é definir até o fim de outubro para que o candidato tenha um ano para viabilizar a candidatura.

O futuro candidato vai passar por um coaching?

Nada formal. O partido dispõe de estrutura interna de apoio ao mandatário.

O que exclui a pessoa à vaga?

A Exec busca um candidato que tenha uma experiência de, no mínimo, oito anos de administração relevante, com posição de liderança em gestão pública ou privada.

Como a Exec se aproximou do Partido Novo?

Foi de maneira casual. Na fundação do partido Novo, houve uma aglutinação de vários empresários que apoiaram o partido. Um empresário, que é nosso cliente, nos indicou. Em 2016, o Partido Novo queria contratar o nosso serviço de recrutamento, mas não avançou porque eles optaram por lançar candidatos a vereadores. Depois, quando o Romeu Zema foi eleito governador de Minas Gerais, fomos contratados para selecionar candidatos para ocupar as secretarias do Estado.

Quanto o Novo está pagando por essa consultoria?

Não posso abrir os valores. Estamos sendo remunerados para isso.

A Exec trabalha para outros partidos?

Fomos contratado pelo governo do Paraná, sob a gestão de Ratinho Jr. (PSD) para a contratação de um profissional que vai se reportar a uma determinada secretaria do Estado. Não posso dar mais detalhes sobre isso.

Matéria original: https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,ter-boa-vida-financeira-e-pre-requisito,70002849146